Ultimas notícias

Campanha orienta como comprovar assédio sexual

Uma das razões da subnotificação de casos de assédio sexual no ambiente de trabalho é a dificuldade das vítimas de provar que o crime ocorreu. E este é o tema do terceiro vídeo da Campanha feita em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), que culmina com o alerta: “guarde as provas, não se cale, denuncie”! Veiculado nesta quinta-feira (25), nas redes sociais da Procuradoria-Geral do Trabalho, a terceira animação da série explica como provar o assédio.

As publicações, que começaram a ser veiculadas no dia 11 de janeiro, já contam com cerca de 35 mil visualizações no Facebook e Twitter. O objetivo é conscientizar trabalhadores, trabalhadoras e empresas a respeito da prática. Além disso, visa ressaltar que o assédio sexual viola as normas das relações de trabalho e os direitos fundamentais e, por esse motivo, é combatido e investigado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Para ajudar a divulgar a campanha, compartilhe o link do terceiro vídeo da série, acessível aqui.

Fonte: MPT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *