Ultimas notícias

Estado de SP bate recorde na inserção de ex-detentos no mercado de trabalho

140 pessoas foram inseridas no primeiro semestre deste ano; em 2013 foram 46, no mesmo período.

O Pró-Egresso, ação do governo do Estado de São Paulo, inseriu 140 ex-detentos no mercado de trabalho no primeiro semestre de 2014. “O resultado significa o triplo do ano passado, quando foram admitidos 46 pessoas”, comemora o secretário do Emprego, Tadeu Morais. Do total, 60% foram empregados pela construção civil. O setor de prestação de serviços garantiu o emprego para 40% dos participantes do programa.

Gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o Pró-Egresso atende aos cidadãos que cumpriram pena e já estão em liberdade e também os reeducandos do regime semiaberto. Os reeducandos são beneficiados com bolsas e curso de capacitação através da Frente de Trabalho, outra ação da SERT.

Luciano Lourenço, coordenador de Políticas de Inserção no Mercado de Trabalho da SERT, afirma que a expectativa neste ano foi ampliada em mais de cinco vezes. “Nossa meta é reinserir 600 egressos no mercado via CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) até o final de 2014”, afirma.

Para atingir a meta, Lourenço ressalta que é necessária uma ação contínua e conjunta entra a administração pública e empresas. “Temos uma agenda importante de visitas técnicas para esclarecimento, assim como mensalmente fazemos o envio de mala direta além de atendimento pessoal e telefônico aos interessados”, explica.

Desde 2010, a lei 56290 do Estado de São Paulo determina que 5% do quadro de funcionários das empresas privadas e prestadoras de serviço do estado sejam egressos do sistema penitenciário.

Segundo Meri Floriano, supervisora do Pró-Egresso, o “objetivo é impulsionar a reintegração social no Estado de São Paulo, através de mecanismos para combater a criminalidade pela falta de oportunidades e do também do preconceito”.

Parceria com a Frente de Trabalho

De janeiro a junho deste ano, 321 reeducandos de dez cidades foram atendidos (90 mulheres e 231 homens) pelo Pró-Egresso em parceria com a Frente de Trabalho. Em 2013, foram 339.
Os participantes prestam serviços de interesse local (quatro dias da semana, 6h/dia, definidos pela prefeitura) e, no quinto dia, frequentam o curso, que oferece 150 horas de qualificação. Os bolsistas recebem, além da capacitação, bolsa-auxílio mensal de R$ 210, crédito de R$ 86 para a compra de alimentos e seguro de acidentes pessoais.

“Os cursos variam conforme a qualificadora, que atualmente são o Centro Paula Souza e a Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência). Neste ano oferecemos cursos de assistente administrativo, padeiro e confeiteiro, pedreiro, eletricista e pintor”, afirma Floriano. Segundo a supervisora, os egressos recebem orientação e apoio para a reinserção social. “Os inscritos são encaminhados para vagas que correspondam à sua experiência no mercado, além de orientação vocacional e encaminhamento para cursos de capacitação”.

Para mais informações e cadastro, acesse: www.empregasaopaulo.sp.gov.br.

Fonte: Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *