Fantástico confunde ‘empreendedorismo’ com informalidade e é criticado nas redes sociais

Reportagem mostrou pessoas que fazem vendas pela internet e oferecem serviços por aplicativos como estratégias de sobrevivência

O Fantástico, da TV Globo, exibiu neste domingo (12) jovens trabalhadores que utilizam aplicativos de celular e as redes sociais para driblar a onda do desemprego. Segundo a reportagem, são 5,9 milhões de empreendedores formais e informais que usaram a tecnologia em seus negócios em 2019. Foram mostrados uma artesã e um maquiador que utilizam aplicativos de mensagens para se relacionar com seus clientes, e também um jovem desempregado que procura bicos como bartender.

A artesã já trabalhou como operadora de telemarketing e auxiliar de produção. Desde pequena, se vira vendendo de “gelinho” a panos de prato. Hoje, ela produz em casa bolsas e outros artefatos de tecido, e diz que a internet ajudou a alavancar as vendas. O maquiador já trabalhou em banco e numa corretora financeira, em Brasília. Agora, em São Paulo, diz que, sem a internet, teria que estar vinculado a um “espaço físico” para trabalhar. O jovem desempregado tem a carteira de trabalho ainda em branco, e diz que não está fácil para conseguir uma vaga formal.

“No Brasil, país com quase 12 milhões de desempregados, muito trabalhador está se reinventando com talento e um telefone na mão”, disse o apresentador Tadeu Schmidt, na abertura da reportagem. A “glamourização” do trabalho informal, que atinge 38,6 milhões de pessoas no Brasil – cerca de 41% da população – foi criticada pelas redes sociais. O próprio apresentador leu mensagem de um telespectador que denunciou o tom adotado pela reportagem:

João Paulo@joaopauloxxx

Como romantizar a falta de emprego? Chamando de “empreendedorismo”!

Só é empreender quando existem oportunidades para todos no mercado de trabalho e empreender é uma escolha!#fantastico #fantástico #emprendedores11,4 mil22:42 – 12 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads2.291 pessoas estão falando sobre isso

Murilo Ribeiro@muriloribeiro

Aí o #Fantástico exibe uma matéria falando das maravilhas do “empreendedorismo”. Aí, depois, o Tadeu teve que ler esse esculacho do telespectador ao vivo. E se embolou todo. Que constrangimento!

Ver imagem no Twitter

12,3 mil23:09 – 12 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads2.234 pessoas estão falando sobre isso

Juliano Medeiros@julianopsol50

O #Fantástico quer convencer as pessoas de que trabalho precário e informalidade é sinônimo de empreendedorismo. Uma trabalhadora afirma: “A gente empreende desde que nasce. Eu também chamo isso de sobrevivência”. Não caiam nessa. Insegurança econômica não tem nada de glamoroso.3.62322:34 – 12 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads744 pessoas estão falando sobre isso

Gustavo Franco@gustavofranco_1

Agora tá explicado a matéria sobre empreendedorismo que rolou minutos atrás no Fantástico. No comercial do programa foi veiculado um institucional da Globo sobre o tema oferecido por quem? BANCO BRADESCO! #Fantastico423:00 – 12 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de Gustavo Franco

coach quântica@oicaru

q podridão o #Fantástico romantizando empreendedorismo sem falar q NÃO TEM EMPREGO E É CULPA DESSE GOVERNO922:30 – 12 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de coach quântica

segredos de liquidificador@filosofeidonada

Se tivesse Fantástico em 1880 eles passariam matéria sobre o empreendedorismo dos escravos.407:40 – 13 de jan de 2020Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de segredos de liquidificador

Fonte: Rede Brasil Atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.