Filho de ex-jogador do Vasco ajuda 20 mil pessoas em situação de rua em PE

Um projeto solidário tem levado banho, kits de higiene e comida para pessoas em situação de rua no Recife, em Pernambuco. O Banho da Cidadania já atendeu mais de 20 mil pessoas. Foram 29 toneladas de refeições distribuídas durante a pandemia.

Criado pelo empresário, Cassiano Silva, o projeto surgiu da vontade de dar continuidade à ajuda que o pai dele, o ex-jogador do Vasco Josué Benedito de Lima, iniciou no Rio de Janeiro.

Era 1997, e o jogador costumava ir às ruas sozinho para ajudar quem precisasse com comida, roupas e produtos de higiene pessoal. Fez isso até os 2010, quando não aguentou mais devido a problemas de saúde. Seu Josué faleceu em 2013.

Anos depois, em 2019, o filho teve a ideia de promover alguma ação que pudesse levar de novo esse alívio para pessoas em situação de rua. Cassiano, então, reuniu cinco amigos e botou a mão na massa.

“Meu pai foi jogador profissional de futebol e morou em Portugal, Colômbia? Quando morávamos na Venezuela, durante minha adolescência, ele sempre fazia sopa e distribuía. Hoje tenho isso como missão de vida: ajudar os necessitados”, conta Cassiano.

Quando o projeto começou a distribuição de alimentos, Cassiano logo percebeu que faltavam banheiros públicos na região metropolitana do Recife.

Decidiu, então, que levaria às pessoas em situação de rua uma oferta de banho, corte de cabelo, perfume, creme e desodorante, jantar, café, pão e bolo. O Banho de Cidadania hoje tem um ônibus que circula pela cidade levando toda essa ajuda.

“Eles levam um kit higiene que serve para os momentos de ausência. Porque precisam de alguma forma realizar a higiene pessoal. O kit higiene tem sabonete, creme dental, escova, absorvente, preservativo e papel higiênico. O projeto vai às ruas todas as quartas-feiras. Escolhemos de um a dois bairros e realizamos as ações”, explica.

O trabalho é realizado por várias mãos. Amigos, vizinhos, colegas de trabalho, familiares… Todo o trabalho é voluntário e sobrevive de doações, e várias pessoas se aproximam pelas redes sociais e manifestam o desejo de participar.

“Praticamente 90% de tudo é doação e os restante, 10%, vêm dos cinco amigos, para complementar”, diz Cassiano.

O impacto das ações do projeto é reconhecido por quem mais precisa. Eder Venâncio, 52 anos, já trabalhou como auxiliar de pedreiro, foi casado e morava em casa própria. Por causa de problemas com a ex-companheira, perdeu a moradia. Tempos depois, sem emprego e sem oportunidades devido à pandemia da covid-19, se viu obrigado a morar na rua.

“Eu passo os dias procurando bicos para fazer. Na maior parte do tempo, tomo conta de carros. Não é muita coisa, muita gente nem paga nada, mas dá para comer alguma coisa”, contou.

Venâncio ressalta que o trabalho do Banho da Cidadania é uma ferramenta que os ajuda a ter dignidade. O banho com água aquecida, os kits de higiene e as refeições são, segundo ele, a melhor parte da semana. Ele está na rua há mais de um ano e afirma que, nesse período, poucos foram os dias que conseguiu tomar um bom banho e comer mais de uma vez por dia.

“O pessoal do banho chega e a gente sente o carinho deles. O banho e a comida são maravilhosos, mas a atenção que eles disponibilizam para nós é de aquecer o coração. Acho que é uma ação que deveria ocorrer em outros lugares. O ideal é que essa população de rua conseguisse oportunidades para se reerguer, mas, enquanto isso não acontece, que bom que existe o pessoal que pensa e ajuda todos nós”, diz .

Cassiano ainda conta que muitos deles não têm oportunidades de trabalho. Ele lembra do caso de uma menina que, a partir do projeto, realizou cursos e atualmente vive com mais dignidade. A jovem, que teve a identidade preservada, atualmente mora com uma tia e trabalha entre os voluntários.

Como ajudar

Para ajudar o projeto ‘Banho de Cidadania Recife’, você pode doar qualquer quantia para o Pix: 43782860000137 (CNPJ).

Fonte: Ecoa/UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.