Filme Abraço estreia no Dia do Professor e retrata luta da categoria

Nesta quinta, 15, estreia o filme “Abraço – A única saída é lutar” nos cinemas brasileiros. O longa mostra uma luta jurídica dos professores sergipanos contra o governo do Estado para evitar a perda de direitos conquistados.

Em 2008, 30 mil educadores deixaram suas escolas e foram à Capital, Aracaju. A professora Ana Rosa, interpretada pela atriz Giuliana Maria, vive o desafio de ser mãe e dirigente sindical nesta luta da categoria.

O longa, baseado em história real, é dirigido por DF Fiuza e tem caráter documental. A proposta é criticar o cenário político atual, principalmente sobre o descaso e desvalorização permanente dos professores e da educação.

Produção – A produção é da O2 Play, com co-produção de Sereia Filmes, e tem financiamento exclusivo da classe trabalhadora. O diretor explica que é preciso de uma indústria para a distribuição de obras cinematográficas e que isso custa caro. “Será que o capital vai produzir filmes que mostram injustiças e atrocidades no mundo provocadas justamente pela ganância do capital?”, indaga Fiuza.

Prêmios – Abraço venceu os prêmios de Melhor Filme (Júri Popular), Melhor Atriz (Giuliana Maria) e Melhor Trilha Sonora Original (André Abujamra e Eron Guarnieri) no Festival de Cinema de Pernambuco de 2019.

Estreia – Nesta quinta, 15, Dia do Professor, o filme estreia em cinemas no formato drive-in e na plataforma digital Looke. A partir do dia 29, o longa estará disponível nas plataformas Apple TV, Google Play, NOW, Vivo Play e YouTube Filmes. Clique aqui e assista ao trailer.

Fonte: Agência Sindical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.