Reajuste de Salário

Assinada Convenção Coletiva de Corretores de Imóveis

Já está vigorando e com efeitos retroativos a 1º de maio a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos trabalhadores em empresas de Corretores de Imóveis. De acordo com a nova CCT, o piso salarial para as funções de office-boy, copeiro e faxineiro, está fixado no valor de R$ 535,30 e para as demais funções, R$ 813,00. O reajuste salarial conseguido pela negociação entre o sindicato patronal e o SEAAC de Campinas e Região foi de 6%, o que significa que as diferenças salariais desde 1º de maio deverão ser agora pagas para o caso das empresas não terem antecipado o índice.

 

O valor do auxílio refeição também foi reajustado e passa a ser de R$ 11,00 por dia de trabalho efetivo, sob a forma de ticket-refeição, devendo vigorar a partir de 1º de maio.

 

Os trabalhadores de Corretores de Imóveis, segundo a presidente do SEAAC Campinas, Elizabete Prataviera, tiveram outras importantes cláusulas conquistadas e que merecem destaque como adicional por tempo de serviço de 0,5% do salário, a ser pago mensalmente para o empregado a cada dois anos completos no emprego, reembolso-creche para as empregadas mães, na importância mensal equivalente a 20% do maior piso salarial, para cada filho de até quatro anos de idade, reembolso ao trabalhador com filho portador de deficiência mental, de até 14 anos de idade, equivalente a 20% do maior piso salarial da presente CCT.

 

Além disso, a CCT garante gratificação por aposentadoria aos empregados com mais de cinco anos na mesma empresa e que se desligarem por motivo de aposentadoria integral, no valor de 50% de um salário nominal, juntamente com as verbas rescisórias, e também estabilidade ao empregado pai pelo prazo de 60 dias a partir da data de nascimento de filho, bastando apresentar a certidão de nascimento.

 

Um dos avanços obtidos nas negociações é o programa de prevenção e combate ao Assédio Sexual. Os empregadores se comprometem a iniciar uma campanha contra o assédio sexual no local de trabalho, em conjunto com os Sindicatos Profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.