Serviços digitais aceleram cortes de postos de trabalho, segundo pesquisa do Dieese

Numa época em que os canais de atendimento digital ganham cada vez mais espaço, o quadro de funcionários é o principal alvo de redução de despesa dos bancos, informa o Dieese. Até outubro, os bancos já cortaram 10.009 postos de trabalho, 58,4% a mais que no mesmo período de 2015. Por outro lado, os lucros das cinco maiores instituições financeiras somam quase R$ 43 bilhões até setembro, 21,6% menor que o acumulado nos três primeiros trimestres de 2015. Já são cinco anos consecutivos de redução de postos de trabalho nos bancos.

O corte de vagas deve ganhar números mais expressivos com o programa de demissões voluntárias lançado pelo Banco do Brasil. Até a semana passada, 7.760 funcionários já haviam aderido. Outros eventos que tendem a intensificar, segundo o jornal, os cortes são as fusões, como a compra do HSBC pelo Bradesco e a aquisição da área de varejo do Citibank pelo Itaú Unibanco. Com a digitalização, a lógica é que são necessários menos funcionários e agências para atender o público. A integração do HSBC pelo Bradesco somou 21 mil funcionários ao quadro total de trabalhadores do banco que tem sede em Osasco. Segundo fontes, não há plano de demissões.

No Itaú Unibanco, 26 mil vagas foram eliminadas desde a incorporação, no final de 2008. O principal instrumento do banco hoje para implementar o ajuste de pessoal é o programa “Conectanto oportunidades”, lançado em 2008, mas que este ano passou a ser usado de forma mais intensa. Ao invés de ser demitido sumariamente, o funcionário ganha um prazo de 45 dias para ser realocado em outra área. O banco informou que cerca de 60% são realocados, mas sem revelar o número de trabalhadores que receberam o aviso de entrada no programa. Já o sindicato dos bancários e os trabalhadores atingidos alegam que o processo não é simples e que há casos em que o candidato participa de mais de 50 processos de seleção interna, mas não é realocado. Em geral, são os funcionários de maior tempo de casa e salários mais altos.

Fonte: Br2Pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.