Sobrecarga de jornadas

A situação das mulheres no mercado de trabalho e nas esferas de poder

 

Estudo do Dieese, apresentado durante a Plenária Estadual de São Paulo das Mulheres da Força Sindical, apresenta algumas estatísticas sobre a participação das mulheres atualmente no mercado de trabalho e nos diversos espaços de poder, avaliando os avanços, os desafios e as oportunidades de luta do movimento sindical nesse sentido. 

 

As mulheres ocupam um grande espaço na sociedade, representando atualmente mais da metade da população brasileira (51,5%, ou 100 milhões de mulheres), quase 50% da população economicamente ativa e mais da metade do eleitorado brasileiro. Além disso, segundo os dados, as mulheres possuem, em geral, maior nível de escolaridade formal do que os homens.

 

No entanto, continuam subrepresentadas nas esferas do poder (nas empresas e na política), e no mercado de trabalho sofrem com em comparação com os homens: possuem maiores taxas de desemprego, rendimentos menores e jornadas de trabalho maiores (sendo a sobrecarga de jornadas – a produtiva e a doméstica -, um dos maiores entraves para que a mulher avance no investimento de sua carreira e qualificação profissional).

 

Veja mais detalhes na apresentação “A participação das mulheres no mercado de trabalho e nas esferas de poder”, elaborada pela subseção do Dieese na Força Sindical. Clique aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.