Com almoços e painéis, Coletivo Banquetaço lança série de ações contra a fome

Campanha “Gente é para brilhar, não para morrer de fome” começo na segunda-feira (12) e segue até o dia 18. A ideia é aproveitar o Dia Mundial da Alimentação Saudável, em 16 de outubro, para renovar o enfrentamento da fome no país .

Cozinha da Ocupação 9 de Julho, em São Paulo – Divulgação

O Coletivo Banquetaço, unido a mais de cem organizações do terceiro setor e da sociedade civil, lança nesta segunda-feira (12) a campanha informativa “Gente é para brilhar, não para morrer de fome”. Entre os realizadores, estão Greenpeace Brasil, Slow Food Brasil, Sefras (Serviço Franciscano de Solidariedade), Gastromotiva, Agência Solano Trindade e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

::Confira a programação completa aqui::

A ideia é aproveitar o Dia Mundial da Alimentação Saudável, em 16 de outubro, para renovar o enfrentamento da fome no país e promover ações contra o desmonte de políticas públicas de promoção da soberania alimentar pelo governo Bolsonaro e do aumento do número de pessoas em situação de fome na pandemia.

Entre os dias 12 e 16 de outubro, haverá uma programação online, além de um “marmitaço”, nos dias 17 e 18, em diversas capitais do país. Na abertura (dia 12), o Padre Júlio Lancelotti irá conduzir um ato inter-religioso em sua Pastoral do Povo da Rua, no Centro de São Paulo.

Outros destaques são um almoço com a chef Bel Coelho, no dia 17, na Tenda Franciscana do Sefras – Serviço Franciscano de Solidariedade -, no Largo do São Francisco, junto com a cozinheira Simone Gomes, do Banquetaço, e com a presença do Padre Júlio Lancelotti.

Neste mesmo dia, a chef Helena Rizzo irá cozinhar na Agência Solano Trindade, no Capão Redondo (Campo Limpo), Zona Sul, ao lado do ativista Thiago Vinícius e sua mãe, a cozinheira Dona Nice. Já no domingo, no almoço, o chef Checho Gonzales irá preparar marmitas junto com o coletivo Sopão das Manas e a nutricionista e ativista da alimentação Neide Rigo na Ocupação 9 de julho, para depois distribuírem.

Também no domingo, dia 18, o chef Rodrigo Oliveira irá cozinhar com os chefs Paola Carosella e Edson Leite, do Gastronomia Periférica, na Ocupação Jardim Julieta, na Zona Norte.

Além disso, haverá painéis com pesquisadores, cozinheiros, nutricionistas e especialistas em alimentação para discutir temas como educação alimentar e valorização da cultura alimentar brasileira. No dia 16, Bela Gil fala sobre alternativas ao feijão com arroz. Regina Tchelly (Favela Orgânica) fala sobre aproveitamento integral de alimentos no dia 13; e a nutricionista Valéria Paschoal fala sobre o potencial revolucionário das PANCS (Plantas Alimentícias não-Convencionais), no dia 15; entre outros. As conferências serão gratuitas e abertas ao público. 

Fonte: Brasil de Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.