Funcamp debocha dos trabalhadores e reduz proposta apresentada na Mesa Redonda da DRT

O SEAAC Campinas e Região vai aguardar o início de janeiro de 2019, para definir que decisão tomar em relação ao descaso da Funcamp com seus trabalhadores e trabalhadoras.

Na última negociação, dessa vez uma Mesa Redonda na DRT, a representante da Fundação da Unicamp melhorou o índice de reajuste, mas não aceitou repor as perdas integrais da inflação.

Na DRT, se comprometeu a melhorar a proposta e encaminhar ao Sindicato até o dia 7 de dezembro, última sexta-feira. Numa atitude de deboche e desrespeito a Funcamp apresentou um reajuste ainda menor, quase metade da inflação acumulada, numa clara atitude de quem busca empurrar a discussão, deixando seus milhares de trabalhadores e suas famílias, mais um final de ano vivendo perdas e aperto financeiro.

Já são quase quatro meses e meio que a direção da Funcamp está enrolando, alegando a crise financeira, mas mantendo dinheiro aplicado e gastando R$ 15 milhões na reforma da Casa do Professor.

Essa tática de “debochar” da cara do Sindicato e dos trabalhadores, tem sido adotada nos três últimos anos, sempre ganhando tempo e oferecendo no final, o mínimo. Uma postura inaceitável de gestores que lidam com o dinheiro público.

Em janeiro, caso não melhorem a proposta, convocaremos a assembleia dos trabalhadores para votar o ingresso do Dissídio Coletivo. Daí, a decisão caberá à Justiça do Trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *