Homem negro é espancado até a morte por seguranças de Carrefour em Porto Alegre

Crime brutal, cometido poucas horas antes do Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, foi gravado. Assassinos foram presos e protesto foi convocado

A poucas horas do Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, João Alberto Silveira Freitas, o Beto, homem negro de 40 anos, foi espancado até a morte por dois seguranças de uma loja do Carrefour na zona norte de Porto Alegre na noite desta quinta-feira (19). O crime brutal foi filmado e as cenas circulam nas redes sociais. Os dois assassinos estão presos. Um deles é policial e foi levado para um presídio militar. O outro, funcionário de uma empresa de segurança contratada pelo Carrefour, foi detido pela Polícia Civil. A investigação trata o crime como homicídio qualificado.

Segundo a Brigada Militar, o espancamento começou após um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado. Beto foi levado da área de caixas para a entrada da loja agredido no estacionamento do supermercado pelos dois seguranças. A cena foi gravada por uma cliente do supermercado. Em seguida, já com sangue espalhando pelo chão, outras pessoas aparecem em volta de Beto, enquanto os dois agressores continuam sobre ele, já desfalecido.

Fonte: Rede Brasil Atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.