Ultimas notícias

Saques das contas inativas do FGTS somaram R$ 44 bilhões, diz Caixa

Segundo a instituição financeira, 25,9 milhões de trabalhadores foram beneficiados

Mesmo que todos trabalhadores não tenham sacado os valores, Caixa informou que prazo não será reaberto.

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira, dia 7, que cerca de R$ 44 bilhões foram sacados das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O prazo para o saque terminou no dia 31 de julho.

De acordo com informações da instituição financeira, 25,9 milhões de trabalhadores foram beneficiados com a medida (mais de 79% dos que tinham direito pela base atualizada).

A Caixa informou que o valor estimado de trabalhadores beneficiados pela medida era de, inicialmente, 30,2 milhões de pessoas. Com “acertos cadastrais”, esse número subiu para 32,9 milhões de trabalhadores.

Foram realizados, ainda segundo o banco, 31,3 milhões de atendimentos em suas agências.

Mesmo que todos trabalhadores não tenham sacado os recursos, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, afirmou que o prazo de saque das contas inativas não será reaberto pelo governo federal.

“Está descartada a possibilidade de reabrir o prazo. Não existe nenhuma possibilidade. Não é intenção da Caixa fazer nenhuma prorrogação. Tivemos mais de 30 milhões de trabalhadores indo a agências da Caixa. Mais de R$ 20 bilhões foram pagos nas agencias da Caixa”, disse ele.

A Caixa Econômica Federal informou, porém, que o valor sacado pelos trabalhadores representou 88% do valor disponível. Isso porque o montante inicialmente divulgado, de R$ 43,6 bilhões, ao ser corrigido pela Taxa Referencial, mais 3% ao ano (correçãod o FGTS), avançou para R$ 48,9 bilhões ao todo.

Fonte: O Estado S.Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *