Datafolha: Bolsonaro perde entre mulheres pobres e ricas

Vantagem de Lula entre homens diminui à medida que entrevistado tem renda maior, aponta pesquisa

A aversão a Jair Bolsonaro (PL), pelo critério de intenção de voto, diminui entre homens e mulheres à medida que é maior a renda, mas o presidente sofre maior resistência entre o eleitorado feminino de todas as classes sociais, segundo a última pesquisa Datafolha. Homens são o grosso de sua base.

Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), principal rival dele na corrida presidencial, possui vantagem entre as mulheres independentemente de faixa social. Além disso, tem preferência mais robusta entre os mais pobres de ambos os gêneros. Homens ricos, contudo, tendem a se distanciar do petista.

O diagnóstico emerge do cruzamento dos dados de gênero e renda familiar colhidos no levantamento feito pelo instituto na quarta (25) e quinta-feira (26) da semana passada.

No levantamento Datafolha divulgado na última quinta-feira (31), Lula aparece com 48% das intenções de votos, à frente de Bolsonaro, que tem 27%. No eleitorado feminino, o petista somou 49% das intenções de voto. Já o atual presidente marcou 23%. Mulheres correspondem a 53% da amostra do levantamento, enquanto homens representam 47%.

“A diferença entre os gêneros chega a 15 pontos percentuais entre os que têm renda superior a cinco salários e votam no presidente no primeiro turno: 44% dos homens, ante 29% das mulheres”, diz a Folha. “A distância é menor dentro da parcela de até dois salários, com empate técnico: 21% (homens) e 20% (mulheres)”.

Lula aparece com 41% das intenção de voto entre o eleitorado feminino com renda maior do que 5 salários, ante 32% dos homens que possuem o mesmo nível de renda. Entre os mais pobres, o ex-presidente tem 59% dos votos do eleitorado masculino e 54% dos votos do feminino no primeiro turno. No segundo turno, a diferença do apoio dos diferentes gêneros a Lula é menor  — 66% entre homens e 67% entre mulheres.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.