Nota de Pesar: Trabalhadora da Funcamp morre vítima da Covid-19

É com grande pesar que a Diretoria do SEAAC de Campinas e Região, comunica o falecimento, nesta quarta-feira, dia 10 de março, de uma trabalhadora da Funcamp/Unicamp, copeira, do restaurante II da Universidade, vítima da Covid-19. A trabalhadora e mais três colegas do Restaurante Universitário, foram diagnosticadas com a Covid-19 entre os dias 12 e 25 de fevereiro, sendo afastadas do trabalho. Uma delas veio a óbito neste dia 10 de março.

O Sindicato pretende acompanhar a investigação de como se deu a contaminação e o acompanhamento das trabalhadoras e cobrar da Unicamp/Funcamp, suporte total às famílias da vítima.

Em nota, a Unicamp/Funcamp afirmam terem tomado todas as medidas de precaução para evitar o contágio.

Veja a íntegra da nota

Nota da Unicamp e Funcamp

A Unicamp recebeu hoje, infelizmente, informações sobre a contaminação pelo novo coronavírus de quatro funcionários contratados pela FUNCAMP para atuarem no Restaurante Universitário.

Lamentavelmente uma das trabalhadoras contaminadas veio a óbito e é com extrema tristeza que a FUNCAMP e Unicamp se solidarizam com as famílias enlutadas.

Os funcionários do Restaurante Universitário estão trabalhando em esquema de rodízio de turnos, sendo que estes quatro trabalhadores que se contaminaram estiveram na Unicamp entre os dias 12/02/2021 e 25/02/2021. O primeiro caso positivo foi diagnosticado em 12/02/2021.

Os primeiros sintomas sugerindo contaminação pelo novo coronavírus ocorreram fora do ambiente de trabalho e os trabalhadores afetados entraram em contato com o SESMET/FUNCAMP .

Após comunicação sobre os primeiros sintomas da doença ou de testes positivos, todos eles foram imediatamente afastados através de licença médica e passaram a ser monitorados pelo SESMET/FUNCAMP que, por sua vez, os orientou tanto em relação aos cuidados de isolamento e medidas sanitárias como a procurar serviços de saúde em caso de agravamento dos sintomas.

Ao mesmo tempo, o Centro de Saúde da Comunidade da Unicamp (CECOM), através de sua equipe de vigilância em saúde, está acompanhando os casos e identificando os possíveis contatos dos trabalhadores afetados, inclusive com seus colegas de trabalho. Hoje já foram testados 12 trabalhadores e, entre amanhã e a próxima sexta-feira, os demais 78 trabalhadores também serão testados através de rt-PCR.

A Unicamp e a FUNCAMP esclarecem que todos os cuidados de higiene e medidas sanitárias são exaustivamente divulgados e empregados para evitar contaminações no ambiente universitário.

A Unicamp reitera o seu compromisso com a sociedade na superação dessa etapa dramática de nossa história, em defesa da vida e do bem-estar social.

Cidade Universitária “Zeferino Vaz”
Campinas, 10 de março de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.