Porta-voz

Os Diretores da CNTC Lourival Figueiredo Melo e Luiz Carlos Motta tomaram posse no dia 6 como representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio no Conselho de Clientes do Agente Operador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) da Caixa Econômica Federal. O Conselho, ligado à Regional Brasília da Caixa, tem por objetivo acolher reivindicações e sugestões para o aprimoramento da gestão do FGTS e é integrado por representantes dos grandes clientes do Fundo tanto de empregados como de empregadores.

 

Fazem parte do Conselho da Regional grandes empregadores estatais, como Correios, Banco do Brasil e Universidades Federais. A CNTC é a única representante dos trabalhadores a integrar o Conselho. O Diretor Financeiro da CNTC, Luiz Carlos Motta, tomou posse como Conselheiro Titular e o Diretor-Secretário, Lourival Figueiredo Melo, assumiu como Conselheiro Suplente.

 

Lourival Figueiredo Melo, Presidente da Federação dos Empregados de Agentes Autônomos de São Paulo (FEAAC), é Conselheiro Titular do Plano Brasil Maior e o primeiro representantes dos Agentes Autônomos do Brasil e do setor de serviços a participar deste tipo de Conselho. Na última semana, Lourival Figueiredo Melo foi indicado pelo conjunto das Confederações laborais como Membro da CCT (Coordenadoria das Confederações de Trabalhadores). Juntamente com outros cinco dirigentes do Sistema Confederativo, ele será responsável por reorganizar não só a Coordenadoria das Confederações como o Fórum Sindical dos Trabalhadores na condição de representante da CNTC. O Diretor-Secretário da CNTC será o responsável pela parte financeira e administrativa da CCT.

 

O Conselho de Clientes do Agente Operador do FGTS é de caráter consultivo, voltado para a orientação, análise e avaliação das questões ligadas ao FGTS, estabelecendo sistemática para um canal de comunicação entre organizações clientes do FGTS e a Gerência Regional de Filial do FGTS, visando antecipar, implementar ou apresentar propostas para o aprimoramento contínuo dos sistemas e rotinas.

 

Tem por finalidade, ainda, segundo a Caixa Econômica Federal, colher e apresentar sugestões que possibilitem melhorar a qualidades dos produtos e serviços prestados pelo Agente Operador do FGTS; estabelecer um canal de comunicação permanente com a sociedade civil no sentido de diagnosticar continuamente suas necessidades; avaliar o grau de satisfação com o atendimento prestado pela Caixa aos empregadores e seus trabalhadores; propor a correção de rumos tendo por base as sugestões dos clientes e aprimorar o relacionamento através do conhecimento mútuo; além de fortalecer a imagem institucional da Caixa como Agente Operador do FGTS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.