SEAAC Campinas garante ACTs dos últimos quatro anos para trabalhadores da Farmes Edge

O SEAAC Campinas e Região, assinou no último dia 10 de dezembro, Acordos Coletivos de Trabalho, relativos a 2017, 2018, 2019 e 2020, para 50 trabalhadores e trabalhadoras da Farmers Edge (Brasil) Consultoria em Atividades Agrícolas Ltda.

Os trabalhadores e trabalhadoras, pertencentes à categoria de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas vão ter seus salários reajustados retroativamente a 1º de agosto, em 2,69% e ainda receber os reajustes retroativos às datas bases de 1º de agosto de 2017 (3,08%), 2018 (3,61%) e 2019 (3,16%).

As diferenças salariais dos valores retroativos a 1º de agosto, referentes ao salário, hora extra, férias, 1/3 de abono e dos demais benefícios, referentes às datas bases de 2017, 2018, 2019 e 2020, poderão ser pagas e/ou cumpridas até 30 de dezembro deste ano.

Os acordos foram possíveis, segundo a presidente do SEAAC Campinas, Elizabete Prataviera, após o reenquadramento sindical. “Analisamos o contrato social verificamos que a atividade da empresa era Assessoramento. Após diversas reuniões a empresa concordou em fazer os acordos retroativos”, disse.

Além da reposição integral da inflação do período, a categoria garantiu também vale-refeição/alimentação unitário de R$ 30,00, por dia de trabalho, adicional por tempo de serviço de R$ 63,67, para cada triênio na mesma empresa, reembolso creche de R$ 341,96, além de outros benefícios.

Pisos Salariais
O piso salarial para “Office boy”, Recepcionista, Faxineiro, Porteiro, Auxiliar de Serviços Gerais, Copeira, Atendente de Negócios e Entrevistador de Pesquisas de Campo, passa a ser de R$ 1.350,37. Para as demais funções, o piso salarial será de R$ R$ 1.438,69.

Confira as demais cláusulas para 2020
Reajuste salarial

2,69% de reajuste salarial, retroativo a 1º de agosto para os salários em geral.

Auxílio-refeição
vale-refeição unitário de R$ 30,00, por dia de trabalho, inclusive durante a licença-maternidade

Triênio
Por triênio na mesma empresa, os trabalhadores receberão por mês a importância de R$ 63,67

Horas extras
Em caso de prestação de horas extras, o adicional será de:
– 60%, para as duas primeiras horas;
– 80%, para os casos em que o trabalhador tenha que trabalhar por força de determinação da empresa em período superior ao permitido por lei, na forma do art. 61 da CLT;
– 100%, para aquelas prestadas aos domingos, feriados e dias já compensados.

Gratificação por aposentadoria
O trabalhador que conte, no mínimo, 8 anos de tempo de serviço na mesma empresa receberá, por ocasião de sua aposentadoria, uma gratificação de valor correspondente a 150%, de seu último salário, desde que, o trabalhador comunique sua aposentadoria à empresa no prazo máximo de 90 dias do deferimento.

Reembolso creche
As empresas reembolsarão às suas trabalhadoras mães, para cada filho pelo período de 1 ano, a contar do retorno da licença maternidade, a importância mensal de R$ 341,96, condicionado o reembolso à comprovação das despesas com o internamento em creches ou instituições análogas de sua livre escolha.

Seguro de vida
As empresas manterão seguro de vida e acidentes pessoais em favor de seus trabalhadores e na renovação do contrato de seguro, com valor de indenização igual a, pelo menos, R$ 15.804,00, em caso de morte ou invalidez total permanente.

Ausências Legais
Os trabalhadores poderão se ausentar do serviço, sem prejuízo de seus salários e sem necessidade de compensação nos seguintes casos:
– Por 24h00, por semestre, a fim de acompanhar a esposa grávida ao médico, levar filho menor ou pais idosos ao médico, condicionada a falta à comprovação através de competente atestado médico;
– Por 3 dias úteis em virtude de casamento;
– Por até 2 dias úteis em caso de falecimento de cônjuge, ascendente, descendente, sogro, sogra, irmão ou pessoa que comprovadamente vivia sob dependência econômica do trabalhador.

Complementação do Auxílio Previdenciário
Ao trabalhador que conte, pelo menos, 18 meses de tempo de serviço na empresa e que esteja recebendo auxílio-doença ou auxílio doença acidentário da Previdência Social, será paga uma importância equivalente a 90% da diferença entre o seu salário e o valor daquele auxílio, com o limite máximo na importância de R$ 2.451,21.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.