Artigos de menuUltimas notícias

Lideranças da Força SP defendem reestruturação do MTE

Reivindicação foi feita durante encontro com o superintendente do Ministério do Trabalho e Emprego, Marcus Alves de Mello. Os sindicalistas falaram, entre outras coisas, sobre as dificuldades encontradas nas gerências regionais do MTE no interior do estado

Com o objetivo de debater ações para o fortalecimento do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), coordenadores regionais do estado de São Paulo da Força Estadual reuniram-se na tarde de hoje, 13 de julho, com Marcus Alves de Mello, superintendente do MTE em SP.

O grupo falou das dificuldades encontradas nas gerências regionais do MTE no interior do estado, tanto nas instalações, quanto na falta de pessoal; e também registrou a necessidade de reestruturação, com mais fiscais, auditores, servidores administrativos, médicos, engenheiros, bem como melhores instalações e condições de trabalho.

Os dirigentes sindicais também se colocaram a disposição para colaborar e contribuir com a revitalização do MTE, trabalhando com parcerias.

Danilo Pereira da Silva, presidente da Força SP e vice-presidente da FEQUIMFAR, destacou que o mundo do trabalho passou por diversas alterações e todas causaram prejuízos significativos para os trabalhadores. “Precisamos de um Ministério do Trabalho forte e atuante para garantir que a classe trabalhadora tenha seus direitos protegidos”.

Representando a FEQUIMFAR, estiveram presentes Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR e presidente do Sindicato dos Químicos de Bauru e Região, e Jurandir Pedro de Souza, diretor financeiro da FEQUIMFAR e presidente do Sindicato dos Químicos de Itapetininga e Região.

Edson falou sobre a importância da valorização do MTE para que ele possa retomar o seu papel protagonista nas relações trabalhistas.

O superintendente Marcus Alves de Mello acolheu as demandas apresentadas pelos dirigentes sindicais e falou sobre a abertura de novos concursos.

Fonte: Força Sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *